Adventistas levam sopa para pessoas em situação de rua em Montes Claros

O projeto Alimentando Vidas consiste na entrega de marmitas para pessoas em situação de rua em Montes Claros, maior cidade do Norte de Minas. A igreja adventista do bairro Jardim São Geraldo, realiza esta ação social há mais de 5 anos, e tem levado não apenas alimento, mas dignidade e esperança para pessoas que vivem à margem da sociedade.

E para atender um número ainda maior de pessoas, o projeto ganhou o reforço e a presença de voluntários da Comunidade Adventista Morada no preparo e distribuição de sopa.

Eles se uniram com voluntários do projeto Alimentando vidas e tem feito a diferença fora das quatros paredes.

Cassia Nunes, uma das voluntárias por preparar a sopa, salienta que é importante ajudar, principalmente nesses tempos atuais, onde se vê tanta desigualdade e intolerância, a solidariedade se torna mais importante e essencial.

“Quando se leva o alimento para essas pessoas, leva- se também esperança e faz com que elas se sintam especiais. Além do mais, o maior beneficiado somos nós, pois podemos ser úteis nesse mundo onde se precisa tanto de amor”, ressalta a voluntária.

Vicente Morais, um dos idealizadores e diretor do Alimentando Vidas, explica que os poucos voluntários, preparam a comida e entregam as mais de 50 marmitas, todos os sábados à tarde, em diferentes pontos pela cidade. Conta que essa ação só é possível, resultado da participação de voluntários.

Sopa x cobertores

Nos dois últimos sábados, quase 200 marmitas com sopa já foram distribuídas, resultado da união de vários voluntários. Foram distribuídas ainda mais de 20 cobertores para as pessoas em situação de rua.

Rosângela Versiani, voluntária, salienta que ajudar o próximo é um ato de amor. Lembra que Cristo em toda sua vida ensinou que se dever amar o nosso próximo.

“Ajudar alguém é uma forma de mudar o mundo. Entendo que através dessas ações vidas podem ser transformadas”, enfatiza.

Fátima Pereira da Silva, afirma que participar do preparo e distribuição da sopa é algo gratificante.

“Fazer o bem para alguém não tem preço. Esse trabalho é maravilhoso. Ver um sorriso no rosto de uma pessoa é muito gratificante”, resume.

Amar o próximo

Maria Cecilia Fernandes, integra a equipe que tem dedicado tempo e recursos para o preparo da sopa. Ela acredita que ajudar o próximo de certa forma, diz muito mais, sobre “o nosso bem-estar do que sobre o bem-estar do outro”.

“Em 1 João 3:17,18 está escrito que “Se alguém tiver recursos materiais e, vendo seu irmão em necessidade, não se compadecer dele, como pode permanecer nele o amor de Deus? Filhinhos, não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade.” Resumindo Deus é amor, nos mandou amar o próximo como a nós mesmos e poder saber que estou espalhando um pouco do amor dEle para com o meu próximo me deixa transbordando. Saber que posso ajudar, “matar a fome” do meu próximo, amar, cuidar e ser presente me faz sentir um pouco mais próxima do caminho que Deus separou para mim aqui na terra”, afirma Maria Cecilia.

Comentários

Mais do Educadora FM

DESCENTRALIZAÇÃO DA SAÚDE

A Santa Casa Montes Claros, em parceria com a Prefeitura Municipal de Taiobeiras e Hospital Santo Antônio, inaugurou na última segunda-feira, 27, o Serviço de

Ler Mais