Por causa de terras, sobrinho mata tio na zona rural de Januária

A Polícia Civil de Minas Gerais desencadeou na manhã desta terça-feira (21/9), em Januária, Norte do estado, uma operação para prender um homem, de 38 anos, suspeito de matar o tio de 68, em uma comunidade chamada Marreca. O crime ocorreu no dia primeiro de setembro, motivado por uma desavença familiar envolvendo disputas de terras, entre os envolvidos.

“O sobrinho do idoso foi até a casa dele e desferiu disparos contra a vítima que morreu no local. Os vizinhos acionaram a Polícia depois que ouviram os tiros.  Na data do crime o  suspeito evadiu e não foi localizado.” Informou a polícia.

Um Inquérito Policial foi instaurado pela Delegacia Especializada de Proteção à vida em  Januária, nos autos,  o  delegado William Araújo representou pela prisão temporária do suspeito. A autoridade também  coordenou a ação para promover a prisão do suspeito, de forma estratégica tudo foi  ordenado para não permitir a fuga do investigado.

De acordo com o delegado o crime abalou a comunidade de Marreca, local tranqüilo e pacato, por isso, a resposta rápida da Polícia Civil devolve para os moradores a paz que estão acostumados.

“Crimes dessa natureza, que atentam contra a vida, não podem ficar impunes, nesta perspectiva, a Polícia Civil trabalha de forma célere e eficaz para garantir  que os infratores  sejam responsabilizados  na forma da lei ” argumentou.

O Inquérito Policial segue em andamento e deverá  ser encerrado e encaminhado à justiça nos próximos 30 dias. O suspeito encontra-se no sistema prisional à disposição da Justiça.

Comentários

Mais do Educadora FM