Psicólogos e assistentes sociais aprovados processo seletivo para a educação, devem se apresentar até esta quinta-feira (16)

A Prefeitura de Montes Claros está realizando um processo seletivo para cadastro de reserva para trabalho temporário de assistentes sociais e psicólogos. Os profissionais selecionados irão atuar no combate à evasão escolar na Rede Municipal de Ensino.

Os candidatos convocados pela Portaria nº 30, de 14 de setembro, devem se apresentar na sede da Secretaria de Educação (rua Francisco Coutinho, nº 457, no bairro Augusta Mota) nesta quinta-feira, 16, de acordo com a seguinte ordem: convocados para o cargo de Psicólogo com prenomes iniciados com letras de “A” a “J”, entre 8 e 10 horas; com nomes iniciados com “K” a “Z”, entre 10h30 e 12h30; os convocados para o cargo de Assistente Social com nomes iniciados com “A” a “J” devem se apresentar das 13h30 às 15 horas; enquanto que aqueles com nomes iniciados com “K” a “Z”, das 15h30 às 17h30.

Na Secretaria Municipal de Educação, o candidato deverá entregar um envelope pardo, preenchido conforme determina a Portaria nº 30. Assim, é fundamental que o candidato acesse o site oficial da Prefeitura de Montes Claros (https://admin.montesclaros.mg.gov.br/upload/diario-oficial/files/edicoes/2021/set-21/DiarioOficialEletronico15-09-21.pdf) para consultar a Portaria que está na edição de 15 de setembro do Diário Oficial Eletrônico. O candidato que estiver impossibilitado de apresentar a documentação na data e hora estipuladas deverá contatar a Secretaria Municipal de Educação até o dia 17 de setembro, através dos telefones 2211-8351 ou 2211-8356, ou ainda pelo endereço eletrônico gabinete@edu.montesclaros.mg.gov.br, agendando nova data para entrega da documentação, sob pena de desistência da respectiva vaga.

A seleção se deu pela análise de títulos e pelo tempo de experiência profissional informados pelo candidato no momento da inscrição e comprovada através de registro em carteira de trabalho, contrato ou declaração da empresa comprovando a experiência no cargo pleiteado. O prazo de vigência do contrato será de até 12 meses, sendo admitida a sua renovação por igual período a critério da Secretaria de Educação.

Entre as funções que deverão ser desempenhadas pelos profissionais contratados está: buscar ativamente alunos infrequentes ou evadidos; acompanhar o processo de rematrícula dos alunos evadidos; combater o trabalho infantil; conscientizar estudantes e familiares sobre a responsabilidade de garantir o direito ao ensino; e ouvir servidores da educação e alunos em suas dificuldades pessoais.

Comentários

Mais do Educadora FM