Cemig celebra Dia do Documentário Nacional com programação especial neste fim de semana

A agenda do #Energia da Cultura desta semana destaca o apoio da Cemig tanto para as formas tradicionais de arte quanto para o trabalho das novas gerações de artistas. A programação reúne obras clássicas imperdíveis com a excelência da Orquestra Filarmônica e exposição barroca mineira, que sempre dialogam com nossa sensibilidade contemporânea. E também, trabalhos atuais de jovens artistas visuais são destaque e estarão disponíveis durante todo o semestre. O Dia do Documentário Nacional não poderia ser esquecido, e, para celebrar esse dia, nada melhor que mergulhar no universo coreográfico do Grupo Corpo com o documentário Grupo Corpo 40 anos

FCS: Mostra on-line I S O L A M E N T O, da Escola de Tecnologia da Cena do Cefart 

A Fundação Clóvis Salgado, por meio da Escola de Tecnologia da Cena, do Centro de Formação Artística e Tecnológica – Cefart, realiza a nova Mostra on-line com o título de I S O L A M E N T O, que tem como tema o distanciamento social e seus desdobramentos. A mostra compreende todos os trabalhos finais dos alunos do Curso Básico de Tecnologia da Cena. O suporte final dos trabalhos é, necessariamente, o audiovisual. A ideia da exposição é aproximar ao máximo os visitantes de uma galeria real, por isso as obras terão detalhes das técnicas utilizadas e uma curadoria da disposição das obras. 

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais 

No programa desta semana, a orquestra apresenta obras do chamado período pré-clássico. Serão executadas obras de Nunes Garcia, J.C. Bach, Boccherini, Gluck e Haydn. O regente convidado Luís Gustavo Petri,  regente titular da Sinfônica de Santos, conduz a orquestra e os solistas Rommel Fernandes no violino e Philip Hansen no violoncelo. O concerto ficará disponível no canal do youtube da Filarmônica e pode ser visto gratuitamente a qualquer momento, após a estreia. 

Museu Mineiro apresenta: Exposição Amigas da Cultura 

A exposição celebra a doação de 44 peças do acervo da Associação Amigas da Cultura para o Museu Mineiro. O público terá oportunidade de apreciar uma Coleção de Imaginária Mineira e peças de prata. Também, conhecer a Associação Amigas da Cultura que foi criada informalmente no ano de 1953, quando um pequeno grupo de mulheres mineiras e estrangeiras se reuniu com a proposta de realizar atividades socioculturais diversas, visando a compartilhar conhecimentos sobre Literatura, Arte e Ciência, ampliar os conhecimentos de suas integrantes e se aproximar culturalmente de intelectuais e artistas mineiros. 

07/08 – Dia do Documentário Brasileiro 

Grupo Corpo 40 Anos – O Primeiro Espetáculo

O cinema nasceu do documentário, quando a primeira câmera registrou “A Chegada do Trem na Estação”, dos irmãos Lumiére. É esse gênero que lança a sétima arte para o mundo. No Brasil a produção de documentários começou no final do século 19 com Affonso Segretto, um imigrante italiano, que filmou sua chegada ao Rio de Janeiro, após uma viagem de navio. Em 1936 foi criado o Instituto Nacional de Cinema Educativo (Ince), idealizado por Edgar Roquete-Pinto, onde foram produzidos centenas de documentários. A partir dos anos 60, o gênero se popularizou no país e a crítica social passou a ser um elemento presente na narrativa das produções. Hoje o Brasil não é apenas um dos países que mais produzem documentários no mundo, é também considerado uma das melhores escolas de cinema documental, devido a sua narrativa rica e experimentações. O documentário vem ganhando cada vez mais visibilidade ao longo dos anos e está cada vez mais em expansão, seja em plataformas, em festivais de cinema, em circuito comercial, em eventos de mercado, ele cresce em números e atividades.  

E, para celebrar esse dia, nada melhor que mergulhar no universo coreográfico do Grupo Corpo com o documentário Grupo Corpo 40 anos. Em 17 episódios de menos de 10 minutos, a trajetória do grupo e a criação dos espetáculos são apresentados em entrevistas e imagens que nos ajudam a conhecer um pouco deste grupo que é um dos mais importantes representantes da dança no país. O documentário nos aproxima do lado mais humano e sensível dos artistas, cumprindo a função desse gênero de filme. 

Confira as atrações, gratuitas, na página da Cemig: https://www.facebook.com/events/553924252312678/

Por: Ascom//Cemig

Comentários

Mais do Educadora FM