Covid-19: Norte de Minas recebe nova remessa de vacinas e vai imunizar pessoas do sistema prisional

A Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros – (SRS) e as Gerências Regionais de Saúde – (GRS) de Januária e Pirapora receberam na tarde desta terça-feira (06/07), a 29ª remessa de vacinas contra a Covid-19. Ao todo são 51 mil 203 doses de imunizantes das multinacionais norte-americanas, Pfizer/BioNtech e da Janssen, bem como vacinas desenvolvidas pela britânica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford.

Segundo a superintendência, a nova remessa pretende vacinar 100% dos funcionários do sistema prisional e de pessoas privadas de liberdade. A estimativa é de que 5 mil 319 pessoas sejam imunizadas. Além disso, será aplicada a primeira dose de vacina em mais 3 mil 976 trabalhadores da limpeza urbana e que atuam no manejo de resíduos sólidos.

Para 54 municípios que integram a área de atuação da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros foram entregues 34 mil 996 doses de vacinas, distribuídas da seguinte forma: 13 mil 255 da AstraZeneca/Universidade de Oxford; 12 mil 675 doses da Janssen e 9 mil 066 da Pfizer/BioNtech.

O repasse das vacinas para os municípios será realizado nesta quarta-feira, 7. Para Montes Claros, que possui a maior população do Norte de Minas, a Superintendência Regional de Saúde vai entregar 12 mil 125 doses de imunizantes. Serão 5 mil 175 doses da Janssen; 4 mil 130 da AstraZeneca e 2 mil 820 doses de vacinas da Pfizer.

Os 25 municípios da Gerência Regional de Saúde de Januária vão receber 11 mil 246 doses de vacinas, divididas da seguinte forma: 5 mil 005 da AstraZeneca; 3 mil 385 doses da Janssen e 2 mil 856 da Pfizer. Já para sete municípios que integram a área de atuação da GRS de Pirapora serão repassadas 4 mil 961 doses de vacinas: 1 mil 795 da Janssen; 1 mil 720 da AstraZeneca e 1 mil 446 da Pfizer.

PÚBLICOS ALVOS

A coordenadora de vigilância em saúde da SRS de Montes Claros, Agna Soares da Silva Menezes explica que com a nova remessa de vacinas da Pfizer/BioNtech a Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais – (SES-MG) orienta que os municípios deverão aplicar a primeira dose em mais 13,45% das pessoas de 55 a 59 anos; em mais 4% dos trabalhadores industriais; em 60% dos trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos.

Já as vacinas da AstraZeneca, envasadas pela Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, devem ser aplicadas na conclusão do esquema vacinal em 6% das pessoas com idade entre 60 a 64 anos; em mais 7,3% das pessoas com comorbidades e em pessoas com deficiência física permanente.

Quanto à nova remessa de vacinas da Janssen, que são de dose única, Agna Menezes explica que a recomendação para os municípios é de que elas devem ser aplicadas em 16,55% das pessoas na faixa etária de 55 a 59 anos; em 100% dos funcionários do sistema prisional; na população privada de liberdade; em mais 6,4% dos trabalhadores industriais e em 11,5% dos caminhoneiros.

ALERTA

Agna Menezes observa que à medida que a campanha de vacinação contra a Covid-19 avança, os municípios que concluírem a imunização dos grupos prioritários poderão vacinar pessoas de outras faixas etárias ou categorias profissionais.

Porém, a coordenadora alerta que “aqueles municípios que, tempestivamente, optem a vacinar um novo grupo com aplicação da primeira dose de vacinas da AstraZeneca inadvertidamente com doses destinadas à aplicação da segunda dose contemplada na remessa que será distribuída nesta quarta-feira,  reforçamos que a SES-MG e o Programa Nacional de Imunizações – (PNI) não garantem a entrega de dose complementar. Neste caso, o município assumirá o risco de ficar descoberto, conforme ofício já enviado pelo Ministério da Saúde”.

Comentários

Mais do Educadora FM