Campanha Brasil sem Fome: INEC fará distribuição de 2 mil cestas básicas para instituições sociais de MOC

Em tempos de pandemia, milhares de famílias estão passando por dificuldades financeiras. Impactada pelo aumento da extrema pobreza no país, a “Ação da Cidadania” junto com sua grande rede de comitês e voluntários, distribuídos nos 26 estados e o Distrito Federal, convocaram mais uma vez, a sociedade civil e o setor privado para levar alimentos aos mais atingidos pela crise da pandemia do novo Coronavírus – SARS-Cov-2  (Covid-19).

Até o momento, o Brasil Sem Fome já arrecadou mais de 45 milhões de reais para a campanha e já distribuiu no país mais de 9 milhões de toneladas de alimentos arrecadados, beneficiando mais de 3,6 milhões de pessoas.

Em Montes Claros, o Instituto Nordeste e Cidadania (INEC) é quem coordena a “Ação da Cidadania: Brasil Sem Fome”. Trata-se do mesmo instituto que realiza todos os anos o Natal Sem Fome, idealizado pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, há 28 anos e que entregou em 2020 mais de 35 toneladas de alimentos.

Desta vez, o INEC irá entregar na próxima semana, 2 mil cestas básicas para 19 instituições em Montes Claros que atendem a milhares de pessoas e famílias carentes da cidade e zona rural. Além de instituições sociais da região. A previsão é que os alimentos cheguem na cidade no dia 27 deste mês.

Mais de 35 toneladas de alimentos foram distribuídos a famílias em situação de vulnerabilidade social, durante 28 anos de trabalho do INEC

O Gerente de Operação do INEC, Hélio Roberto Ferreira de Morais explica que o Brasil Sem Fome é um ação social coletiva, sem caráter financeiro e com o objetivo de beneficiar milhares de brasileiros que têm fome.

“As cestas básicas irão ajudar muitas famílias necessitadas. Sabemos que a pandemia agravou ainda mais o cenário da fome. Que a solidariedade de ações como esta possam ser multiplicadas, pois além de saciar a fome, possamos saciar também o desejo de fé e esperança em um futuro melhor para todos nós”, explicou o Gerente de Operações do INEC.

Uma delas é o Grupo de Apoio à Prevenção e aos Portadores de Aids (Grappa). A ONG tem 28 anos de fundação, com um histórico de mais de duas mil pessoas assistidas de todo o Norte de Minas.

A presidente do Grappa fala da importância dessas doações e como elas irão atender as famílias necessitadas.

“Mesmo deparando com tantas dificuldades impostas pela pandemia, observamos que existem pessoas e empresas que não abrem mão da solidariedade. Estamos extremamente gratos por sermos lembrados pela Ação da Cidadania, pois iremos assistir as inúmeras famílias carentes que estão passando por dificuldades e que precisam da ajuda de todos nós”, ressaltou Maurina Carvalho.

Brasil Sem Fome

A fome no Brasil é uma realidade que atinge a milhares de pessoas e famílias, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Muitos vivem abaixo da linha da pobreza. São 65 milhões de brasileiros que vivem menos de 455 reais por mês. E outros 20 milhões vivem na extrema pobreza com menos de 157 reais por mês.

O Brasil Sem Fome conta com o apoio institucional do Programa Mundial de Alimentos – Centro de Excelência contra a Fome  (WFP), Pacto Global Rede Brasil (Un Global Compact) e o Movimento Bem Maior.

Várias empresas pelo país são parceiras neste projeto, dentre elas: IFood, Camil, Mercado Pago, Mastercard, Ame, CartaCapital, Mercado Livre, Facebook, Zurick Foundation, Alpargatas, RockinRio, Brasil Bolsa Balcão,PagSeguro, Capriccio, Instituto Unibanco, PagBank, Liberty Seguros, Sun Foods, Dreamers.gr.

Quem quiser ajudar e se tornar um parceiro do Brasil Sem Fome: Ação de Cidadania, basta entrar em contato com o INEC em Montes Claros, pelo telefone: (38) 99722-8858, falar com Thiago Xavier, facilitador do INEC.

Texto: Wesley Gonçalves

Fotos: Divulgação/INEC

Comentários

Mais do Educadora FM