Homem investigado por furto de gado, é preso em Francisco Sá

A Polícia Civil de Minas Gerais cumpriu nessa quinta-feira (13), na cidade de Minas Novas a prisão preventiva de um homem, 26 anos, apontado em investigação como suspeito de praticar crime de furto qualificado de semoventes (furto de gado), ocorrido no final de janeiro do corrente ano, na zona rural de Francisco Sá, no Norte do Estado. Na ação, a equipe policial cumpriu Mandados de Busca e Apreensão, por incidência em crime de receptação um homem foi autuado em flagrante.

Logo após o crime a PCMG iniciou a investigação e concluiu que o suspeito preso, agrega uma organização criminosa que além de ter cometido o crime apurado em Francisco Sá, também é suspeito de envolvimento em outros crimes de furto de gado executados nas cidades de Itacambira e Minas Novas.
A Polícia Civil está investigando todos estes delitos e as provas arrecadadas sugerem que foram praticados pelo mesmo grupo. Alguns dos membros da quadrilha que já foram identificados possuem passagens policiais pela prática deste e de outros delitos, sendo conhecidos no meio policial.


Durante o cumprimento do Mandado de Busca e Apreensão autorizado pela Justiça, em Francisco Sá, Novo Cruzeiro e Minas Novas foram apreendidos alguns aparelhos celulares que serão periciados. Durante o cumprimento do Mandado de Busca no município de Itaipé, a equipe policial encontrou uma motocicleta adulterada. O proprietário do veículo foi preso em flagrante por incidir em crime de receptação.

O trabalho foi realizado em conjunto entre a Delegacia de Investigações Especiais em Montes Claros, Delegacia em Francisco Sá, e ainda, contou com auxílio da equipe policial em Minas Novas.

De acordo com o Delegado Alberto Tenório, o Mandado de Prisão do suspeito foi cumprido em Minas Novas onde ele estava e, os Mandados de Busca e Apreensão foram cumpridos em Francisco Sá, Novo Cruzeiro, Itaipé e Minas Novas, lugares onde os crimes ocorreram e ambientes frequentados pelo investigado no Norte de Minas.

“As investigações continuam na tentativa de identificar e juntar provas contra os demais autores e co-autores, posteriormente, vamos representar pelas medidas restritivas de liberdade de todos os integrantes da Organização Criminosa, bem como, detalhar a função de cada um deles dentro do bando”, explicou.

O homem autuado por receptação pagou fiança de cinco mil reais e foi liberado. O Inquérito segue em trâmite. O suspeito preso encontra-se no sistema prisional à disposição da Justiça.

Comentários

Mais do Educadora FM