Hospital Dilson Godinho se mantém como único a realizar tratamentos complexos em arritmias cardíacas no Norte de Minas

O Hospital Dilson Godinho atualmente é o único hospital do Norte de Minas a realizar os procedimentos de Estudo Eletrofisiológico com Ablação, e só nesta quinta-feira (18/02) foram realizados 10 destes procedimentos, que foram coordenados pelos médicos Dr. Vinicius Pinheiro e Dr. Wallysson Fonseca, com a participação de toda equipe do setor de Hemodinamica do Hospital.

No mesmo dia, além das ablações também foi realizado um Implante de CDI (Cardiodesfibrilador Implantável). Os dois médicos responsáveis pela realização dos procedimentos são de Montes Claros, mas atualmente residem em São Paulo, cidade onde se especializaram. As ablações são procedimentos fundamentais para tratamento de pacientes com arritmia, proporcionando cura dos sintomas em grande maioria dos casos.

O médico Dr. Vinicius Pinheiro explicou o que é cada um destes procedimentos e para que servem, “a ablação é um procedimento médico intervencionista para tratamento de arritmias cardíacas. É bem similar ao cateterismo no modo como é realizado. Nele, nós queimamos a região ou fio elétrico responsável pela arritmia. Já o CDI é um tipo de marca passo que implantamos nos pacientes com risco de morte súbita por arritmia. Além da função de marca passo ele também tem a função de prevenir morte súbita secundária a arritmia cardíaca grave”.

“Apesar de não morar mais em Montes Claros, o número de ablações que realizamos no Dilson Godinho é considerável e tende a aumentar. Em 2019 foram aproximadamente 30 procedimentos,  e este ano, só nesta primeira vinda à cidade, já realizamos 10 procedimentos”, finalizou Vinicius Pinheiro

Texto: Leonardo Maciel

Comentários

Mais do Educadora FM