Homem é preso suspeito de tentar matar a ex-mulher e o atual companheiro

Foi preso nessa terça-feira, um homem de 49 anos, suspeito de tentar matar a ex-esposa e o atual companheiro dela, em Janaúba, no norte de Minas.

O fato ocorreu em 12 de janeiro deste ano, na ocasião, o homem foi até o apartamento onde a ex-mulher estava morando com o atual namorado, no local, ele efetuou dois disparos de arma de fogo contra as vítimas, que atingiu a porta e a parede interna do imóvel.

De acordo com a Polícia Civil, a motivação do crime seria ciúmes, pois o casal não havia formalizado o divórcio, por isso, o investigado acreditava que estava sendo traído pela ex.

Segundo a delegada da Polícia Civil, Francielle Drumond, “as vítimas estavam sofrendo ameaças por parte do suspeito, em razão disso, a mulher havia requerido medidas protetivas contra o ex. Contudo, devido à gravidade dos fatos a polícia representou pelo pedido de prisão temporária do suspeito, que foi preso e se encontra no sistema prisional à disposição da justiça.”

A Delegada esclarece ainda que “a rápida resposta da PCMG quanto ao crime praticado pelo suspeito reforça no seio social o papel investigativo da Polícia Civil e a importância da preservação e proteção à vida.” Finaliza.

O fato ocorreu em 12 de janeiro deste ano, na ocasião, o homem foi até o apartamento onde a ex-mulher estava morando com o atual namorado, no local, ele efetuou dois disparos de arma de fogo contra as vítimas, que atingiu a porta e a parede interna do imóvel.

De acordo com a Polícia Civil, a motivação do crime seria ciúmes, pois o casal não havia formalizado o divórcio, por isso, o investigado acreditava que estava sendo traído pela ex.

Segundo a delegada da Polícia Civil, Francielle Drumond, “as vítimas estavam sofrendo ameaças por parte do suspeito, em razão disso, a mulher havia requerido medidas protetivas contra o ex. Contudo, devido à gravidade dos fatos a polícia representou pelo pedido de prisão temporária do suspeito, que foi preso e se encontra no sistema prisional à disposição da justiça.”

A Delegada esclarece ainda que “a rápida resposta da PCMG quanto ao crime praticado pelo suspeito reforça no seio social o papel investigativo da Polícia Civil e a importância da preservação e proteção à vida.” Finaliza.

Comentários

Mais do Educadora FM