Jovens adventistas se mobilizam para alimentar moradores de rua em Montes Claros

O projeto “Alimentando Vidas” realizado pela Igreja Adventista consiste na entrega de marmitas para pessoas em situação de rua em Montes Claros, maior cidade do Norte de Minas. A igreja adventista do bairro Jardim São Geraldo, realiza esta ação social há mais de 4 anos e tem levado não apenas alimento, mas dignidade e esperança para pessoas que vivem à margem da sociedade.

Vicente Morais, um dos idealizadores e diretor do Alimentando Vidas, explica que os poucos voluntários, preparam a comida e entregam as mais de 30 marmitas, todos os sábados à tarde, em diferentes pontos pela cidade. Conta que cestas básicas também são distribuídas para famílias carentes, resultado da participação de voluntários que doam para o projeto e este repassa para as famílias.

Cassia Nunes, é uma das voluntárias por preparar a comida. Salienta que é importante ajudar, principalmente nesses tempos atuais, onde se vê tanta desigualdade e intolerância, a solidariedade se torna mais importante e essencial.

“Quando se leva o alimento para essas pessoas, leva- se também esperança e faz com  que elas se sintam especiais. Além do mais, o maior beneficiado somos nós, pois podemos ser úteis nesse mundo onde se precisa tanto de amor”, ressalta a voluntária.

Jury karly Pereira Souza, também ajuda a preparar a comida para os moradores em situação de rua. No projeto ela enxergou a oportunidade de ajudar ao próximo e dedica algumas horas de suas tardes de sábado, para exercer o amor ao próximo na prática.

Amor ao próximo x sobre duas rodas

Éder Mateus Cardoso, é o responsável por transportar e entregar as marmitas, e isso sobre duas rodas. Com sua motocicleta ele percorre cerca de 25 km, isto, todos os sábados, para realizar as entregas. Seja na chuva, sol ou frio, Éder não mede esforços para levar as marmitas àqueles que precisam.

E na tarde do último sábado, 23 de janeiro, o Alimentando Vidas recebeu o apoio dos jovens do Missão Calebe, projeto desenvolvido pela Igreja Adventista do Sétimo Dia em toda a América do Sul, que desafia jovens voluntários a dedicarem suas férias para servir a comunidade.

Éder e os voluntários do projeto Alimentando Vidas, recebeu o apoio de vários jovens do Missão Calebe, e juntos entregaram 50 marmitas para pessoas em situação de rua.

“Achei muito importante a ajuda dos Calebes, pois nem sempre encontramos pessoas que tem carro e com disponibilidade para participar destas entregas; sendo assim, levo de moto mesmo. Assim, estamos praticando o amor ao próximo. Lembrando que não tem nada que pague o sorriso que recebemos ao entregar uma marmita a essas pessoas, parece simples, mas acredito que estamos fazendo a diferença na vida deles”, destaca Éder.

Calebes x ações sociais

Pastor Sérgio Siqueira, líder dos jovens adventistas para as regiões norte e noroeste de MG, afirma que são milhares de jovens em toda a América do Sul que realizam uma série de ações sociais. Explica que os participantes do projeto Missão Calebe abrem mão das férias para fazer a diferença na comunidade através de várias ações como: Feiras de saúde, doação de cestas básicas, doação de sangue, limpeza de praças públicas e casas de pessoas idosas ou com problemas de saúde, entrega de marmitas para moradores de rua e cursos da Bíblia.

“No Norte e Noroeste de Minas Gerais, nós temos 1040 jovens voluntários participando do Missão Calebe, destes, 100 estão na cidade de Montes Claros, onde tem realizado muitas das ações mencionadas acima, como doação de sangue, entrega de cestas básicas e marmitas a moradores de rua, cursos bíblicos e programas sociais a noite. Vale ressaltar que diante do cenário de crise na saúde, os participantes têm tomado todos os cuidados para se protegerem e protegerem a comunidade onde estão inseridos, além de estarem contribuindo com solidariedade e esperança para as pessoas mais vulneráveis, enfatiza Sérgio.

Sensibilidade

Ana Flávia, mora na ribeirinha cidade de São Francisco, extremo norte de Minas Gerais. Ela participa pela terceira vez do projeto. Salienta que tem sido excelente participar de algo que lhe proporcionou vivenciar experiências que mudaram a vida espiritual e a forma na qual enxergava a sociedade.

“No projeto Missão Calebe são desenvolvidos projetos onde podemos crescer espiritualmente e ações voltadas para a parte social. Tive a oportunidade de participar da distribuição de alimentos, doando cestas básicas para famílias carentes, marmitex para moradores de rua e através desses projetos estive doando sangue pela primeira vez.

Através disso, venho desenvolvendo uma boa relação com a sociedade, conhecendo as necessidades e alcançando pessoas de diferentes aspectos de vida, onde me sensibilizo e o projeto me proporciona a oportunidade de ajudá-las”, frisa Ana Flávia.

Comentários

Mais do Educadora FM