Prêmio Mérito Ambiental Ivo das Chagas – Prefeitura premia empresas e ambientalistas de destaque

A Prefeitura de Montes Claros, através do Conselho Municipal de Defesa e Conservação do Meio Ambiente (CODEMA), órgão colegiado, consultivo, deliberativo e normativo, contemplou, com o Prêmio Mérito Ambiental Professor Ivo das Chagas, empresas e ambientalistas que se destacaram na promoção de ações voltadas para a conscientização ambiental. Foram premiadas as categorias: Ambientalista; Produtor Rural; Educacional; Indústria; Órgão Público; Comercial; Terceiro Setor; e Imprensa.

Homenageados – Os homenageados, escolhidos por uma comissão formada por ambientalistas e membros do CODEMA, foram: Guilherme Augusto Guimarães de Oliveira (Ambientalista); Enilson Fonseca Silva – Presidente da Apinorte (Produtor Rural); Departamento de Geografia da Unimontes (Educação); 3 Caffi Indústria e Comércio de Cápsulas (Indústria); LAX Ambiental  (Comércio); Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba – Codevasf (Órgão Público); Associação de Tabuas (Terceiro Setor); e Felipe Gabrich (Imprensa).

Os contemplados receberão troféus em formato de formiga, esculpidos pelo artista plástico Gu Ferreira com o apoio dos reeducandos do programa Para Além das Prisões.

Devido à pandemia da Covid-19 (Corona vírus), a premiação deverá ocorrer no primeiro trimestre de 2021.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Montes Claros e presidente do CODEMA, Paulo Ribeiro, Montes Claros contempla anualmente, com o Prêmio Mérito Ambiental, empresas, ambientalistas, entidades públicas e privadas que se destacaram por boas práticas ambientais, bem como profissionais que tiveram projetos desenvolvidos ao longo do ano, em reconhecimento ao trabalho realizado em favor da natureza.

Ivo das Chagas – O professor Ivo das Chagas, que faleceu recentemente, foi um dos maiores estudiosos sobre cerrado no Brasil, com trabalhos de referência mundial sobre geografia tropical, ecologia vegetal, cartografia, metodologia e pesquisa, e organização do espaço. Ele era conhecido no Norte de Minas como “Pai do Cerrado”, já que sempre o defendeu ardorosamente.  

Comentários

Mais do Educadora FM