NATAL SEM FOME: Campanha termina nesta quarta-feira (23) e pretende ajudar milhares de famílias carentes em Montes Claros e região

Termina na próxima quarta-feira (23/12) a Campanha Natal sem Fome, uma iniciativa que ocorre em vários estados do Brasil. Atualmente, o Brasil está na iminência de voltar a integrar o Mapa da Fome, relação de países que possuem mais de 5% da população em insegurança alimentar grave. O país deixou a lista em 2014.

Em tempos de pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), muitos pais e mães de família perderam o seu emprego e estão em situação de vulnerabilidade social. E ajudar a quem precisa neste “novo” momento é um dos objetivos do projeto nacional “Natal Sem Fome: Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e pela Vida”, idealizado pelo sociólogo e ativista dos Direitos Humanos Herbert José de Souza, o Betinho, em 1993.

É nesta visão humanitária de Betinho que o Instituto Nordeste e Cidadania (INEC), uma Organização Civil de Interesse Público (OCIP) realiza desde o ano de 2014 o Natal Sem Fome, cujo objetivo é arrecadar alimentos para serem doados aos mais necessitados.

“Estamos felizes com o envolvimento das pessoas. O norte-mineiro é solidário por natureza e sempre abraça as campanhas de ajuda ao próximo e não seria diferente com o Natal Sem Fome. Temos pontos de coleta em diversos locais na cidade de Monte Claros e em todo Norte de Minas”, orgulha-se Thiago Xavier, facilitador socioambiental do projeto.

Este ano, os parceiros do Natal Solidário estão juntos com o Natal Sem Fome nesta missão. A lista com os locais disponíveis para as doações nas cidades do Norte de Minas está em:https://natalsolidariounificado.sco.org.br/

Até o presente momento a Campanha Natal Sem Fome já arrecadou 10.968 quilos de alimentos não-perecíveis que serão doados para famílias carentes e abaixo da linha da pobreza.  Juntas, as campanhas arrecadaram R$ 2.880,00 e 19.493 kg de alimentos para 1.137 famílias atendidas.

A Campanha Natal sem Fome é promovida anualmente desde 1993, articulada nacionalmente pela ONG Ação da Cidadania e desenvolvida pelo Instituto Nordeste Cidadania (INEC).

Além de arrecadar alimentos não perecíveis para a população em situação de vulnerabilidade social, a edição deste ano pretende ainda conscientizar e orientar a sociedade sobre o direito a uma alimentação saudável e à segurança alimentar e nutricional, bem como fortalecer a rede Ação da Cidadania e resgatar a história e os valores do sociólogo Herbert de Souza (Betinho), idealizador da Campanha.

Em âmbito nacional a ação conta com a parceria de duas agências da ONU, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e o Programa Mundial de Alimentos (PMA). Organizações e empresas como Ifood, AME, Mastercard, Lojas Americanas, Camil, Rede de Shoppings AncarIvanhoe, Fiocruz e CBF também participarão nacionalmente de toda a Campanha.

Doações

A meta de arrecadação para Minas Gerais e Espírito Santo é de 7.395 toneladas de alimentos. Para o INEC, cuja atuação abrange toda a região Nordeste e norte de Minas Gerais e Espírito Santo, a meta é arrecadar 120 toneladas. Qualquer pessoa pode participar individualmente ou com a arrecadação e doação em grupos. Empresas podem também fazer suas doações. Os interessados podem acessar www.inec.org.br/natalsemfomeou www.natalsemfome.org.br e contribuir com qualquer valor, que será revertido para compra de cestas básicas.

No ano passado, a Campanha arrecadou 941.706 quilos de alimentos nacionalmente. Em Minas Gerais e no Espírito Santo, mais de 1.000 famílias foram beneficiadas.

Empresas interessadas em serem parcerias ou realizar doações para o Natal Sem Fome, basta entrar em contato pelo telefone: (38) 99830-7398 para obter mais informações.

INEC

Desde a sua criação já foram arrecadados e doados mais de 30 toneladas de alimentos, além de brinquedos, livros e roupas para famílias carentes e instituições sociais que ajudam ao próximo.

Para o ano de 2020, a finalidade Do INEC é arrecadar 7.395 quilos de alimentos não perecíveis (arroz, feijão, açúcar, óleo, macarrão, entre outros. Exceto sal e fubá) para serem entregues até o dia 24, véspera do Natal.

“São ações como essa que nos fazem ter esperança de um mundo melhor. O Natal Sem Fome é a materialização da solidariedade e demonstração de amor ao próximo. Pensar que mesmo em tempos atuais, modernos e tecnológicos, ainda existem milhares de pessoas passando fome, me entristece. O mundo precisa que as pessoas tenham mais empatia e estejam sempre exercitando a solidariedade”, ressalta Hélio Roberto Ferreira de Morais, gerente do INEC para os Estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

Sobre Betinho

Natural de Bocaiuva, no Norte de Minas, Betinho dedicou a sua vida aos mais necessitados com ações sociais que mobilizaram todos os segmentos da sociedade em busca de soluções de combate à fome e políticas públicas sociais contra a miséria. Betinho nasceu em 03 de novembro de 1935 e faleceu em 09 de agosto de 1997, no Rio de Janeiro/RJ.

Texto: Wesley Gonçalves

Foto: Divulgação

Comentários

Mais do Educadora FM