Sebrae Delas apoia mulheres do Norte de Minas em ano difícil para os pequenos negócios

Orientações foram fundamentais para a retomada das atividades das participantes

 Sebrae Delas, programa de empreendedorismo feminino do Sebrae, teve importante papel na retomada dos negócios de empreendedoras do Norte de Minas, após a flexibilização do comércio. O programa acompanha 22 mulheres desde 2019 e, neste ano desafiador para os negócios, foi fundamental na orientação às participantes e no processo de reinvenção e adaptação para o enfrentamento da crise.

O programa acompanha 22 mulheres desde 2019 e, neste ano desafiador para os negócios, foi fundamental na orientação às participantes e no processo de reinvenção e adaptação para o enfrentamento da crise.

“O Sebrae Delas trabalha para aumentar a probabilidade de sucesso de ideias e negócios e valorizar competências e habilidades. Este ano, por causa da pandemia, foi ainda mais importante estarmos próximos às empreendedoras participantes, pois, além de cursos e capacitações, levamos também confiança e motivação para que elas não desistissem”, conta a assistente do Sebrae Minas Samira Melo, que acompanhou de perto as ações do programa.

Ao longo do ano, as integrantes foram orientadas por meio de oficinas de marketing digital e fluxo de caixa, tomada de decisões, consultorias em finanças, orientação sobre o MEI, workshop de encantamento de clientes, participação em seminários e encontros dedicados a mulheres empreendedoras, além de workshop de inteligência emocional e competência comportamental.

Adaptação

Proprietária da Pollyanna Modas, tradicional loja de confecções de Montes Claros, a empreendedora Ivandinei de Souza Cardoso conta que o Sebrae Delas foi fundamental para que enfrentasse esse período difícil. “Já atuo no setor há muito tempo, mas, com a pandemia, tive que mudar minha forma de trabalhar. O Sebrae Delas me deu forças, motivação e ferramentas para que eu melhorasse o controle de estoque e as vendas on-line. Passei a ver meu negócio com outros olhos e posso dizer que melhorei muito como empresária”, destaca a lojista.

Interação

Outra integrante do programa, Maurisílvia Holanda da Costa Pereira, dona da Pinup Store, loja de roupas intímas localizada no Montes Claros Shopping, também reconhece a importância da iniciativa nesse momento. “O Sebrae Delas não me deixou desistir do meu negócio. Quando veio a pandemia e tivemos que fechar tudo, foi assustador. No início, travei e não sabia o que fazer e foi aí que o Sebrae e o programa me deram força, me mostrando que eu não estava sozinha e me orientando sobre o que deveria fazer. Voltei a postar nas redes sociais da loja e, aos poucos, as coisas foram se acertando”, enfatiza.

Maurisílvia destaca ainda que como a iniciativa é voltada para mulheres, fica mais fácil entender o universo e as dificuldades de cada uma. “Não somos apenas mulheres de negócios. Temos filhos, marido, casa e isso nos exige muito. O programa nos propicia uma interação e nos ajuda a entender as dificuldades e soluções de cada uma dessas questões. A gente vai se descobrindo e se ajudando”, conta.

Evento on-line

Nesta quarta-feira (9/12), um encontro on-line vai reunir mulheres de sucesso e também aquelas que estão iniciando no mundo dos negócios para compartilhar conhecimento, experiências e desafios. A CEO e uma das fundadoras do Movimento Black Money, Nina Silva; a instrutora de liderança, Jaqueline Weigel e a escritora e influenciadora digital Cris Guerra, estarão neste grande encontro. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo delas.sebraemg.com.br.

Para saber mais do projeto acesse o Instagram @sebraedelas.minas

Comentários

Mais do Educadora FM