Setor de entretenimento busca diálogo com a Prefeitura para maior flexibilização em Montes Claros

Maior cidade do Norte de Minas com mais de 400 mil habitantes, Montes Claros ganha a Comissão Permanente de Combate à pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19), com o objetivo de auxiliar o poder público municipal em buscar decisões e propor maior flexibilização do setor de entretenimento e evitar que os serviços sejam ainda mais prejudicados desde as.

A Comissão tem respaldo jurídico com reivindicação e apoio ao município nas ações de enfrentamento do Coronavírus. Nela se encontram representantes de hotéis, bares, restaurantes e similares, eventos e entretenimento e a associação Norte Mineira de Advogados.

A finalidade da sua criação é levar maior informação de cada segmento para dentro do Comitê, quando em conjunto as decisões serão tomadas de forma mais assertivas.

O Comitê pretende de forma unificada buscar a retomada do desenvolvimento econômico do município, com análise criteriosa e representativa das necessidades de se evitar a contaminação da Covid-19, e ao mesmo tempo, maior flexibilização para os setores afetados.

“A nossa finalidade é trocar informações com o poder público e direcionarmos as atividades de protocolo de segurança, mostrando as dificuldades que cada setor está passando neste processo. Também encaminhar, conjuntamente com o município, as atividades realmente necessárias para cada segmento, propiciando assim, a retomada da economia segura para que a cidade consiga ter de volta o seu desenvolvimento pleno”, explica Rodrigo de Paula, presidente da Associação de Bares, Restaurantes e Similares Regional Norte de Minas (ABRASEL-Norte de Minas).

Os membros da Comissão também pretendem monitorar os dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde e acompanhar o trabalho de fiscalização da Guarda Municipal.

Luiz Fernando Aguiar, Diretor da Associação Mineira de Eventos e Entretenimentos defende o retorno das atividades profissionais com capacidade reduzida, evitando assim, festas clandestinas como vem amplamente sendo divulgada pela mídia na cidade e região.

“O setor de eventos foi o primeiro a parar e está sendo o último a retornar, sendo que o setor profissional organizado não retornou as atividades ainda. Hoje, é um marco para a retomada da economia da cidade, em que diversas associações dos setores de turismo de negócios, eventos, entretenimentos, bares, restaurantes e similares se reúnem para formar a comissão e levar sugestões, diálogo, buscar informações e sugerir protocolos de retomada com segurança junto ao poder público, sempre preservando a vida em primeiro lugar”, ressalta.

O presidente da Associação Norte Mineira de Advogados, Leonardo Santamaria destaca o papel importante da comissão na busca de um diálogo aberto e transparente com a Prefeitura de Montes Claros.

“Pretendemos trabalhar em conjunto e apoio aos critérios adotados nas medidas de fechamento ou não do comércio, bem como na sua flexibilização com todo o apoio jurídico para que os setores possam estar dentro da Prefeitura lutando pelos seus direitos. Aguardamos do poder público um posicionamento favorável do que a comissão estará apresentando nos próximos dias”, finaliza.   

Texto: Wesley Gonçalves

Foto: Abrasel/Divulgação

Comentários

Mais do Educadora FM