Centro Socioeducativo doa hortaliças produzidas para asilo

Projeto de horticultura realizado por jovens internados no Centro Socioeducativo de Montes Claros, no Norte de Minas,  o “Plantando Sonhos e Colhendo a Liberdade” fez a doação de parte da produção para o Centro Feminino de Longa Permanência – Lar das Velhinhas, que abriga cerca de 60 idosas na cidade. 

A entrega, realizada nessa quarta-feira (7), inclui hortaliças como cebola, rúcula, alface e coentro. 

Participante do projeto, de 17 anos, foi com a equipe do Centro Socioeducativo levar as doações. Ele relata que, agora, valoriza ainda mais o trabalho que tem feito. “Eu tenho aprendido muito durante o curso e espero que ele seja útil na minha vida lá fora. Hoje, depois de ver que o fruto do meu trabalho está alimentando outras pessoas que precisam, pude perceber o quanto tudo isso é especial. Estou muito feliz em poder contribuir de alguma forma”, comemora. 

O diretor-geral do Centro Socioeducativo de Montes Claros, Giulleano Bassan, destaca que várias unidades socioeducativas estão, atualmente, investindo no trabalho com hortas, e o resultado tem sido muito positivo. “Estes projetos contribuem muito para a ressocialização dos jovens. A gente percebe que há um envolvimento e comprometimento muito grande deles, o que é gratificante”.

O projeto

Agente de segurança da unidade,  Charles de Oliveira Matos, que é formado em Agronomia, coordena a produção. “Os jovens aprendem a cuidar do solo, produzir adubos orgânicos e construir um sistema de irrigação. Além disso, busco sempre trabalhar questões sobre respeito ao próximo, trabalho em equipe e responsabilidade”,  detalha. 

Desde o início das atividades, cerca de 60 jovens já foram capacitados pelo projeto. Renato Flores*, 17 anos, é um deles. “Quando eu voltar para casa, na roça, vou poder ajudar muito mais e ainda compartilhar o que aprendi aqui”.

Comentários

Mais do Educadora FM