Santa Casa promove Webinar sobre câncer de mama em mulheres jovens

Apesar de bastante difundido, o “Outubro Rosa”, chama a atenção da população, principalmente a feminina, para o câncer de mama em mulheres a partir dos 40/50 anos. Dessa forma, o câncer em mulheres jovens, ou seja, com idade inferior a 39 anos é pouco divulgado com objetivo de conscientização e importância do diagnóstico precoce. Com o tema: “Câncer de Mama em Mulheres Jovens”, a Santa Casa de Montes Claros, em parceria com as clínicas Radialis e Onconcenter, promovem este mês um webinar, com participações de renomes nacionais, para discussão do tema.

De acordo com a Drª Lucianne Costa Lima, radio-oncologista e uma das organizadores do evento, a programação foi pensada com foco na ampliação da conscientização em relação a detecção precoce do câncer de mama. “O câncer de mama em mulheres com idade inferior a 40/50 anos é incomum – cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após essa idade. No entanto, temos percebido uma incidência de casos novos em pacientes jovens e, infelizmente, detectamos que essas pacientes têm uma tendência de apresentar a doença com um comportamento mais agressivo e de pior prognóstico”, explica.

Segundo o INCA, o câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células da mama. Esse processo gera células anormais que se multiplicam, formando um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Por isso, a doença pode evoluir de diferentes formas. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem mais lentamente. Esses comportamentos distintos se devem a característica próprias de cada tumor.  O câncer de mama é o mais incidente em mulheres no mundo, representando 24,2% do total de casos em 2018, com aproximadamente 2,1 milhão de casos novos, sendo a quinta causa de morte por câncer em geral (626.679 óbitos) e a causa mais frequente de morte por câncer em mulheres. Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como: praticar atividade física regularmente; alimentar-se de forma saudável; manter o peso corporal adequado; evitar o consumo de bebidas alcoólicas e amamentar.
As estratégias para a detecção precoce do câncer de mama são o diagnóstico precoce (abordagem de pessoas com sinais e/ou sintomas iniciais da doença) e o rastreamento. “O Outubro Rosa é um momento muito importante no ano para todos nós. É através desta campanha que conseguimos ampliar a conscientização das pessoas para que elas alcancem um acesso mais rápido aos métodos de rastreamento, de diagnóstico e, consequentemente, ao tratamento”, complementa a radio-oncologista.

_________________

Foto: Divulgação / Ascom Santa Casa de Montes Claros

Comentários

Mais do Educadora FM