Suspeito de estupro em consultas espirituais é preso em Januária, no Norte de Minas

Um homem de 66 anos foi preso e indiciado, durante a Operação O  Aprendiz, da  Polícia Civil por estupro de vulnerável e estelionato, em Januária, no Norte de Minas. Segundo as investigações da PC, o suspeito cometia os crimes durante atendimentos espirituais, que tinham a promessa de cura.

“Em várias situações se aproveitava das fragilidades mulheres, que eram levadas a atendimentos individuais para prática de atos libidinosos”, explica a delegada regional, Lujan Pinheiro de Souza.

A Polícia Civil esclareceu ainda  que o nome da operação faz alusão ao médium João de Deus, que assim como o investigado que,  “abusava da confiança, fragilidade emocional e desespero em busca de cura de suas vitimas e aproveitava para cometer crimes como: curandeirismo, charlatanismo e abuso sexual”.

O homem é natural de Arinos (MG), mas estava em Januária para fazer atendimentos. Ele foi preso na zona rural da cidade.

Segundo as investigações, quatro vítimas já foram identificadas, algumas são menores de idade. A Polícia Civil entrou no caso após receber denúncias de que duas jovens sofreram ofensa sexual durante os atendimentos.

A Delegacia de Mulheres identificou que o suspeito pedia que as vítimas tirassem as roupas já que “estariam atrapalhando os procedimentos”.  De acordo com a delegada do caso, em algumas situações, chegou a derramar líquidos propositalmente nos corpos das vítimas.  Os atendimentos eram pagos em dinheiro, com o pretexto de que ele precisava comprar raízes. Mas o suspeito também aceitava como pagamento farinha, feijão e milho, além de animais, como porcos e galinhas.

____________________

Da redação / foto divulgação


Comentários

Mais do Educadora FM