Unimontes vai realizar ações para a melhoria

A Unimontes desenvolverá novas ações nos municípios do Norte de Minas voltadas para a melhoria da qualidade de vida da população, especialmente, nas cidades onde conta com campus. As ações serão implementadas a partir de parceria com a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams), juntamente com as prefeituras.

O assunto foi discutido na quarta-feira (9/09), em encontro na reitoria, quando o reitor, professor Antonio Alvimar Souza recebeu uma equipe da diretoria da Amams: a gerente geral, Dayane Dias; o secretário-executivo, Ronaldo Soares; e o coordenador do departamento jurídico, Felipe Leal. Também participaram da reunião o pró-reitor de Planejamento, Gestão e Finanças, professor Aloysio Afonso Rocha Vieira e o assessor de Gestão Estratégia e Inovação, Otávio Braga Lima.

Gerente-geral da Amams, Dayane Dias ressaltou que a intenção da entidade é contar com o apoio da Universidade, aproveitando a experiência e o conhecimento dos professores, pesquisadores e acadêmicos para desenvolver projetos nos municípios, sobretudo nas áreas social e econômica. O objetivo é aproveitar também as potencialidades locais.

“Tirar a universidade de dentro dos seus muros”

O reitor Alvimar ressaltou que a proposta da Amams vem de encontro à disposição da atual gestão da Unimontes de buscar maior proximidade com a população dos municípios onde atua. “Nossa proposta é tirar a Universidade de dentro dos seus muros”, projeta o reitor.

Para facilitar a inserção na comunidade, o reitor reforça que é importante que as entidades e representantes da sociedade se aproximem da Instituição. “Temos pesquisas extraordinárias que precisam chegar às comunidades. Mas, entendemos que a sociedade também precisa trazer suas demandas até a universidade”, destacou o reitor Antonio Alvimar.

Entre as ações desenvolvidas para a melhoria de vida nos municípios, durante o encontro, o reitor citou o programa Unimontes Solidária, que envolve equipes de professores e acadêmicos numa série de atividades de saúde, meio ambiente, cultura, esporte e lazer e outras áreas em municípios. Entre os critérios estabelecidos para a seleção está o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) – ainda abaixo da média estadual.

O reitor lembrou ainda que a Universidade está inserida em um grande projeto de desenvolvimento regional, irmanada com outros órgãos públicos e entidades da sociedade civil. “A ideia é que seja formada uma grande corrente pelo desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida em todo o Norte de Minas”, enfatizou.

Arranjos produtivos locais

Durante a reunião, também foi discutida a proposta de desenvolver projetos para incentivo dos arranjos produtivos locais nas cidades onde a Unimontes está presente com campi. Outra iniciativa visa aproveitar a estrutura das unidades do Programa Brasil Profissionalizado, que estão em implantação na região com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), sob a responsabilidade da Universidade.

Um dos projetos em discussão é a implantação de um Centro Tecnológico em Bocaiuva, cujo objetivo é estimular a geração de emprego e renda a partir dos arranjos produtivos do município, como a apicultura, cachaça, queijo e rapadura.

_______________

Ascom: Unimontes

Comentários

Mais do Educadora FM