Procedimento de estimulação ventricular inédito na região é realizado no Hospital Dilson Godinho

Procedimento inédito na região foi realizado na unidade de Hemodinâmica do Hospital Dilson Godinho, semana passada, denominado de Estimulação Ventricular Fisiológica, que é o marcapasso fisiológico. O cardiologista, especialista em arritmias cardíacas, Vinicius Pinheiro Santos, e sua equipe utilizaram técnica para  estimular diretamente o sistema elétrico do coração, que permite ao órgão bater de forma ritmica.

Segundo o médico Vinicius Pinheiro Santos, “durante o estudo da cirurgia procuramos uma estrutura chamada feixe de His, que é a estrutura de condução própria do coração, e assim conseguimos ter uma estimulação que vai se processar a partir do sistema de condução natural do órgão. Isso evita que a paciente, ao longo do tempo, evolua na dilatação e perda de força de contração”. O especialista explicou ainda que a paciente, com 61 anos de idade, também tinha bloqueio em um dos ramos do coração, “o que poderia levar a uma dilatação e piora da contração cardíaca”.

Ainda de acordo com o médico, este procedimento é um avanço em relação ao procedimento de Estimulação do Marcapasso Convencional, que estimula um músculo do coração, e essa estimulação, apesar dos benefícios imediatos, é danosa a longo prazo, porque a contração do coração se ativa de forma anormal. “Então, apesar de ser muito utilizada, na medida em que salva vidas, ao longo do tempo alguns pacientes podem evoluir com dilatação e perda da força de contração do coração induzida pelo próprio marcapasso”.

_________________________

Texto e Foto : Leonardo Maciel

Comentários

Mais do Educadora FM