“Estágios e Práxis”: lives debatem a Educação Musical em tempos de pandemia; pesquisador da Unimontes entre os participantes

 

Como a educação musical lida com os impactos e as mudanças de comportamento e de metodologias provocadas pelo distanciamento social durante a pandemia do Novo Coronavírus? Esta e outras perguntas serão debatidas em duas conferências virtuais (lives), programadas para a última semana de agosto, e com a participação da Universidade Estadual de Montes Claros.

O primeiro evento será no dia 26/8, às 20h, sobre o tema “Estágio Supervisionado em Música: Desafios e Perspectivas em Tempos de Crise”. O debate será entre as professoras e pesquisadoras Francine Kemmer Cernev (Universidade de Brasília/UnB) e Carla Pereira dos Santos (Universidade Federal da Paraíba/UFPB) e o professor Marco Neves, do Departamento de Artes/Unimontes. A mediação será do professor Paulo Henrique Dias Costa, docente do curso de Artes/Teatro da Unimontes.

A transmissão será aberta aos acadêmicos, professores, pesquisadores e ao público em geral na plataforma www.youtube.com/phdcosta.

“Ao aceitar o convite, vamos inserir a nossa universidade uma importante discussão que desafia o curso de Artes/Música e as demais licenciaturas. Em tempos de crise, com os trabalhos remotos e de caráter emergencial, é possível mesmo a realização do Estágio? E como operacionalizá-lo de forma remota?”, indaga o professor Marco Neves.

PRÁXIS MUSICAIS

No dia 31/8, também pelo YouTube, o canal Agenciamentos Contemporâneos transmite o debate “Práxis Musicais em Tempos de Crise”, com nova participação do professor Marco Neves, do curso de Artes/Música da Unimontes, e do professor e pesquisador Luís Ricardo Queiroz (da UFPB e ex-docente da Unimontes).

A promoção é do Laboratório de Filosofia, a convite do professor Alex Fabiano Jardim, em parceria com o mestrado profissional em Filosofia (PRO-Filo) e a coordenação didática do curso de Filosofia da Unimontes. A transmissão será pelo endereço www.youtube.com/agenciamentos.

“Na live, vamos propor uma discussão de como a música na condição de fenômeno social, cultural e artístico reflete no mundo em que vivemos, suas implicações e as crises que acometem a nossa sociedade atual”, adianta o professor Luís Ricardo, ao destacar que a ênfase será na conjuntura gerada pela pandemia da COVID-19 e no potencial educativo, emocional e transformador das práxis musicais. “Como a música pode ter impactos positivos ou negativos na sociedade, a depender dos usos e das apropriações que fazemos de tal fenômeno”, acrescenta.

____________

Ascom: Unimontes

 

Comentários

Mais do Educadora FM