Campanha de vacinação contra o sarampo é prorrogada até o mês de agosto

A Campanha de Imunização Contra o Sarampo foi prorrogada em Montes Claros até o dia 31 de agosto deste ano.
Além das 20 salas de vacinação do município (confira lista em anexo), a Secretaria Municipal de Saúde está disponibilizando postos de vacinação nas Praças Coronel Ribeiro e Doutor Carlos (área central da cidade), além de stands montados na Rodoviária, Aeroporto, Barreiras Sanitárias, Mercado Central Christo Raeff, Montes Claros Shopping e Ibituruna Shopping (nesses dois últimos, através do sistema drive-thru), Policlínica Ariosto, Policlínica do Alto São João, Ceanorte e Centros de Atenção Psicossocial (Caps).
Para este ano, a meta é vacinar aproximadamente 181 mil pessoas, situadas na faixa etária entre 20 e 49 anos de idade. Mesmo durante a pandemia do novo coronavírus (COVID-19), a Prefeitura de Montes Claros está atenta e tem alertado a população quanto à importância da vacinação contra o sarampo. A doença é grave e de alta transmissibilidade. Para se ter uma ideia, uma pessoa infectada pode transmitir para até outras 18 que não estejam imunes. A disseminação do vírus ocorre por via aérea ao tossir, espirrar, falar ou respirar. Não é necessário o contato direto, porque o vírus pode se disseminar pelo ar a metros de distância da pessoa infectada.
Para evitar o sarampo, são necessárias duas doses de vacina para quem tem até 29 anos de idade; de 30 a 49 anos, basta uma dose. E, acima de 49 anos, são vacinadas as pessoas que convivem com indivíduo suspeito da doença ou que foram a locais com surto.
A doença – O sarampo é uma doença infecciosa grave, provocada por vírus, transmitida pela fala, tosse e espirro. É extremamente contagiosa e pode ser contraída por pessoas de qualquer idade.
Sintomas – Os doentes geralmente apresentam febre acompanhada de tosse; irritação nos olhos; nariz escorrendo ou entupido; mal-estar intenso. Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade

__________________

Texto: Rubens Santana
Fotos: Fábio Marçal

Comentários

Mais do Educadora FM