Campanha de conscientização contra o uso do cerol e da linha chilena é realizada em Montes Claros

A Prefeitura de Montes Claros, através da Secretaria de Defesa Social e da Guarda Municipal, realizou na manhã desta segunda-feira, 15, o lançamento oficial da campanha “Pipa Legal – Cerol Mata”. O objetivo é conscientizar a população sobre os perigos trazidos pelo cerol e pela linha chilena, responsáveis por causar diversos acidentes e até mesmo matar, podendo transformar uma inocente diversão em uma verdadeira tragédia. Está sendo feita, durante a campanha, a distribuição de panfletos em pontos estratégicos e também a fiscalização do uso de pipas com linhas cortantes, inclusive com a notificação dos responsáveis pelos praticantes da perigosa “brincadeira”, no caso de serem menores de idade.

O lançamento contou com a participação do 7º Batalhão de Bombeiros Militar e foi realizado em frente à Escola Municipal Jason Caetano, no bairro Santo Antônio. A campanha estava programa para ter início em julho, que normalmente é a época das férias escolares e, portanto, do aumento da prática de empinar pipas, mas a Prefeitura decidiu por antecipá-la, devido ao trágico acidente ocorrido no dia 8 de junho, que ceifou a vida de uma motociclista no bairro Vila Campos, enquanto ela pilotava com o filho de 10 anos na garupa.

Durante o fim de semana, equipes da Guarda Municipal realizaram fiscalizações em várias regiões da cidade. Diversos adolescentes foram encontrados com material cortante, que foi apreendido. “Vamos realizar fiscalizações nos principais pontos de ocorrências e fazer valer as leis federal e estadual, que preveem pagamento de multa e detenção de dois a cinco anos. A Prefeitura Municipal de Montes Claros está tomando todas as providências cabíveis para preservar a integridade física da população, principalmente dos motoqueiros, através de uma fiscalização ostensiva da Guarda Municipal”, destaca Anderson Chaves, secretário municipal de Defesa Social.

A campanha está sendo realizada pela Guarda Municipal com o apoio de vários parceiros, e tem uma parte educativa, com distribuição de panfletos e colocação de faixas na cidade, e uma fiscalizatória, com os agentes da Guarda abordando os praticantes da brincadeira e também orientando os comerciantes a não realizarem a venda das perigosas linhas, punindo aqueles que o fazem.

CEROL E LINHA CHILENA – Usado há décadas, o cerol é uma criação caseira, onde cola e pó de vidro ou de ferro são adicionados à linha das pipas para torná-las cortantes. Já a linha chilena é feita industrialmente e seu poder de corte é ainda mais elevado, pois é feita com pó de quartzo e óxido de alumínio. O uso das linhas cortantes é proibido por lei estadual em Minas Gerais desde 2002. Em Montes Claros, as denúncias podem ser feitas pelo telefone 153 (Guarda Municipal).

__________________

Comentários

Mais do Educadora FM