Prefeitura lança campanha de conscientização contra o uso do cerol e da linha chilena

 

A Prefeitura de Montes Claros irá lançar a terceira edição da campanha “Pipa Legal – Cerol Mata”, que tem como objetivo conscientizar a população sobre os perigos trazidos pelo cerol e pela linha chilena, responsáveis por causar diversos acidentes e até mesmo matar, podendo transformar uma inocente brincadeira em uma verdadeira tragédia. O lançamento oficial da campanha será nesta segunda-feira, 15 de junho, às 8 horas, em frente à Escola Municipal Jason Caetano (avenida Lauro Dias Sá, 361 – Santo Antônio).  

A campanha estava programa para ter início em julho, que normalmente é a época das férias escolares e, portanto, do aumento da prática de empinar pipas, mas a Prefeitura decidiu por antecipá-la, devido ao trágico acidente ocorrido nessa segunda, 8 de junho, que ceifou a vida de uma motociclista no bairro Vila Campos, enquanto ela pilotava com o filho de 10 anos na garupa. 

A Campanha será realizada pela Guarda Municipal, com apoio de vários parceiros, e terá uma parte educativa, com distribuição de panfletos e colocação de faixas na cidade, e uma fiscalizatória, com os agentes da Guarda abordando os praticantes da brincadeira e também orientando os comerciantes a não realizarem a venda das perigosas linhas, punindo aqueles que o fizerem. 

CEROL E LINHA CHILENA – Usado há décadas, o cerol é uma criação caseira, onde cola e pó de vidro ou de ferro são adicionados à linha das pipas para torná-las cortantes. Já a linha chilena é feita industrialmente e seu poder de corte é ainda mais elevado, pois é feita com pó de quartzo e óxido de alumínio. O uso das linhas cortantes é proibido por lei estadual em Minas Gerais desde 2002. Em Montes Claros, as denúncias podem ser feitas pelo telefone 153 (Guarda Municipal).

__________________

 

Comentários

Mais do Educadora FM