Educadora Heloísa Sarmento é homenageada pela Prefeitura

Foi inaugurada, nesta segunda-feira, 18, uma escultura gigante de borboleta, instalada no encontro das avenidas Deputado Esteves Rodrigues (Sanitária) e Geraldo Athayde, em homenagem (póstuma) à professora Heloísa Veloso dos Anjos Sarmento. A solenidade, presidida pelo prefeito Humberto Souto através de videoconferência, foi restrita por causa da pandemia do novo coronavirus (COVID-19), e ocorreu na sala de reuniões do Gabinete, no terceiro andar do prédio da Prefeitura.

O neto da homenageada, o funcionário público estadual Paulo Neves de Oliveira Filho, que estava acompanhado da esposa, Clarice Alves Neves de Oliveira, agradeceu a homenagem e elogiou o programa: “É de grande alcance social, por valorizar mulheres que contribuíram ou que agem em prol da sociedade, além de regenerar os reeducandos e melhorando a situação de pessoas em situação de rua”. Paulo Neves aproveitou a oportunidade para ler um manuscrito de autoria de Heloísa Sarmento, feito em 2001, um ano antes do seu falecimento. No texto, a homenageada relatou suas origens, trajetória de vida e transformação social e educacional que presenciou em Montes Claros e Norte de Minas.

O secretário municipal de Infraestrutura e Planejamento Urbano, Guilherme Guimarães, leu uma mensagam do promotor de Meio Ambiente, Paulo César Vicente Lima, endereçada aos familiares da homenageada. O texto citou a importância do programa e principalmente as ações desenvolvidas por Heloísa Sarmento no campo educacional, objetivando diminuir o índice de analfabetos em Montes Claros e Norte de Minas.

O secretário municipal de Desenvolvimento Social, Aurindo Ribeiro, destacou a importância do Jardim para Borboletas: “é um momento de alegria. Gostaríamos de fazer um evento vultuoso, em público, mas a pandemia do COVID-19 nos impossibilita. Parabéns à família da homenageada e a todos os parceiros do programa”.

“Heloísa Sarmento era extremamente enérgica e dedicou sua vida à educação. Uma mulher de ação”, afirmou o prefeito Humberto Souto, que fez um relato breve sobre as origens da homenageada e sobre sua ascensão na vida pública e como uma legítima matriarca. “É a Prefeitura que se sente homenageada ao poder lembrar da educadora Heloísa Sarmento que, sem dúvida, é merecedora do respeito e admiração de toda a população, não só de Montes Claros, mas de todo o Norte de Minas”, concluiu.

PRÓXIMA HOMENAGEM – Falta mais uma homenagem para a conclusão da etapa atual do programa Jardim para Borboletas. A última escultura homenageará a doutora Príscila Miranda. A data da inauguração ainda não foi definida.

PROGRAMA JARDIM PARA BORBOLETAS – Já foram homenageadas pelo programa a promotora Ana Heloísa Marcondes Silveira (Praça da Rodoviária); a enfermeira Antônia Colares, a “Tonha da Santa Casa” (avenida Mestra Fininha com Deputado Esteves Rodrigues); a doméstica Maria da Conceição Silva, a “Maria de Custodinha” (Trevo da Sion); a educadora Marina Helena Lorenzo Fernândez Silva (Praça da Rosa Mística); a religiosa Joana Maria Juliana Wandekeybus, a “Irmã Veerle” (avenida Deputado Esteves Rodrigues com Sidney Chaves); a educadora Yara Souto (futura Praça Yara Souto, no Todos os Santos); a musicista Clarice Sarmento (encontro da avenida Bio Lopes com a rua João Martins, no Grande Renascença); a escritora Yvonne Silveira (Avenida São Judas Tadeu); a professora e folclorista Zezé Colares, na praça Doutor João Alves (Automóvel Clube) e a educadora Heloísa Sarmento (avenida Sanitária com Geraldo Athayde).

__________________

 

Texto e fotos: Pedro Neto

Comentários

Mais do Educadora FM