Representantes de entidades de classe se reúnem com o prefeito, para definir a flexibilização do comércio

O prefeito de Montes Claros, Humberto Souto, participou, por videoconferência, de uma reunião no início da tarde desta terça-feira, 28, com representantes da Associação Comercial e Industrial (ACI), Sebrae/MG (regional norte), Câmara de Dirigentes Logistas (CDL) e Sindicato do Comércio Varejista para debater uma possível abertura flexibilizada e gradativa do comércio local. Participaram da reunião os secretários Alessandro Freire (Comunicação), Dulce Pimenta (Saúde) e Vinícius Versiani (Serviços Urbanos). A reunião foi organizada de forma a respeitar todos as orientações da OMS para evitar a contaminação pelo COVID-19 (novo coronavírus).

Segundo o prefeito Humberto Souto, fechar ou abrir uma economia é um tema complexo. “Essa reunião integrada com lideranças e representantes de classe mostra a preocupação com todos os setores da sociedade. Sabemos que o combate a essa pandemia deve ser feito usando o isolamento social para evitar a aglomeração de pessoas, mas não podemos esquecer da economia de nossa cidade. E vamos debater aqui temas importantes para flexibilizar, de forma gradativa, a abertura do nosso comércio, dentro das possibilidades, para evitar acúmulo de pessoas, cumprindo as determinações do decreto”, destacou.

Gerente da Regional Norte do Sebrae Minas, Cláudio Luiz Oliveira frisou que “a unidade do Sebrae está à disposição do município para traçar e encontrar diretrizes com o objetivo de realizar essa flexibilização, junto com outros órgãos e entidades de classe, sem se esquecer da saúde da população, mas absorvendo novas perspectivas para o atual cenário econômico”.

Ernandes Ferreira da Silva, empresário e presidente da Câmara de Dirigentes Logistas (CDL), observou que “precisamos discutir a situação com todas as entidades de classe junto ao município. Mas, antes de tudo, temos que alinhar o interesse geral da sociedade como um todo, e sobretudo o interesse de todas as famílias, para depois olharmos os outros interesses”.

Glen Andrade, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Montes Claros, afirmou que “a flexibilização gradativa da abertura do comércio deve acontecer, contudo de forma responsável. Estamos sempre alinhando com os representantes de diversas empresas e representantes dos trabalhadores para encontrar soluções para resolver o problema. O sindicato tem responsabilidade e compromisso. Existe a possibilidade de flexibilização, mas com conscientização, porque não podemos correr o risco de o pior acontecer”. 

__________________

Texto: ASCOM /// Fotos: Fábio Marçal

Comentários

Mais do Educadora FM