Prefeitura, Ministério Público e Fundação João Pinheiro vão realizar censo da população de rua de Montes Claros

Montes Claros possui, hoje, uma população flutuante estimada de 400 mil pessoas. Uma pequena parte desse grande contingente vive (alguns, há vários anos) sem um teto sobre a cabeça, sem renda fixa, e sem nenhum tipo de ocupação. São os integrantes da chamada “população em situação de rua”. Essas pessoas, por motivos diversos (dependência química, crises familiares, outras desilusões), se afastaram da chamada “vida em sociedade”, e passaram a viver às margens do resto da população. No entanto, todas essas pessoas são cidadãs, com direitos garantidos pela constituição e merecedoras da atenção e do cuidado do poder público.

A Prefeitura de Montes Claros tem se esforçado para trazer dignidade a todas essas pessoas. É por isso que a cidade conta hoje com o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP), que tem capacidade para atender, diariamente, 80 pessoas, com quatro refeições diárias, obtenção de documentos, atendimentos de saúde, oficinas de empreendedorismo (em parceria de empresas privadas e com encaminhamento para o mercado de trabalho), atendimentos psicológicos, oficina de artesanato e guarda de pertences. Lá, eles também conseguem realizar sua higiene pessoal (tomar banho e escovar dentes) e lavar suas roupas. A Prefeitura possui também o serviço de Consultório de Rua, que oferece atendimento médico gratuito pelas ruas da cidade. E será inaugurado, em breve, um Abrigo Institucional, que oferecerá o serviço de acolhimento digno para pessoas em situação de rua. O novo local terá capacidade e estrutura para atender 60 pessoas com pernoite e alimentação, tanto homens quanto mulheres.

Para conhecer melhor a realidade dessa população, e assim poder ampará-la com mais dignidade, a Prefeitura vai realizar o Censo da População em Situação de Rua. Nesta terça-feira, 4 de fevereiro, na sede do Ministério Público de Montes Claros, foi realizada uma reunião entre representantes da Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura de Montes Claros, Ministério Público e Fundação João Pinheiro, com o objetivo de definir os últimos detalhes do trabalho, que será realizado no mês de março.

Entre os dias 4 e 6 de fevereiro, será realizado o treinamento dos recenseadores e o alinhamento do Setor de Logística. A equipe de recenseadores e a equipe de apoio serão formadas por servidores do Município, do Ministério Público, da Unimontes, além de integrantes da Fundação João Pinheiro e pastorais.

__________________

Texto: Daniel Moraes /// Fotos: Divulgação

Comentários

Mais do Educadora FM

Lei Cultural Aldir Blanc

A Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc estabelece um conjunto de ações para garantir uma renda emergencial para trabalhadores da Cultura e manutenção dos espaços

Ler Mais